Passagens para a Índia

O maior gasto da sua viagem para a Índia vai ser a passagem aérea para chegar no país.  Uma vez no país, pode gastar muito pouco em transporte, hospedagem, comida, etc., mas não vai poder evitar um grande gasto nos seus voos de ida e volta.  Mesmo assim, abaixo tem umas dicas para ajudar você a achar passagens mais econômicas para a Índia.

Onde procurar passagens aéreas para a Índia?

Tem muitos sites disponíveis em português onde você pode comprar um bilhete aéreo para a Índia, entre eles:

Geralmente não tem muita diferença entre os preços das passagens que estes sites diferentes oferecem, mas mesmo assim sempre vale a pena procurar em vários deles.  As vezes as taxas são diferentes, por exemplo – ou as parcerias com as linhas aéreas.  De vez em quando um site tem promoções que os outros não têm.  Não podemos dizer que um site específico tem os preços mais baratos consistentemente, mas os sites mencionados em cima são entre as melhores opções para procurar voos para a Índia.




Submarino, Decolar, e Expedia também oferecem pacotes para a Índia.

Um site útil para quem tiver flexibilidade nas datas de viagem é o Skyscanner.  Embora as vezes incompleto ou um pouco desatualizado, este site é disponível em português e permite a busca de voos do ano inteiro, de qualquer aeroporto no Brasil para qualquer aeroporto na Índia – é só escolher de “Brasil” para “Índia”, com a ida no “Mês mais barato”.  Também pode escolher um mês específico ou aeroportos específicos, mas o aspecto único do Skyscanner é a possibilidade de procurar ofertas aéreas do ano inteiro e do país inteiro, de uma vez.  Assim, você tem mais possibilidade de achar uma boa promoção aérea para a Índia – talvez em datas diferentes das que você estava procurando nos outros sites.

Outro site indicado para quem tem o orçamento limitado, mas flexibilidade nas datas da viagem, é o ITA Matrix (só em inglês).  Para achar a opção mais econômica, você pode procurar um mês inteiro de datas de ida e volta, de vários aeroportos diferentes, para vários aeroportos diferentes – na mesma busca.  Por exemplo, é possível procurar uma ida entre 15/1 e 15/2, para uma viagem de entre 14-21 dias, saindo de São Paulo, Rio de Janeiro, ou Belo Horizonte, com destino a Délhi ou Mumbai.  Não pode comprar a passagem diretamente deste site, mas vai mostrar as opções mais econômicas na faixa de datas que você pode viajar e dos aeroportos que você pode utilizar.  Depois, você pode ir para os sites mencionados em cima ou o site da linha aérea, colocar as datas e aeroportos do voo mais econômico que o Matrix achou, e comprar.

Aeroportos e conexões

Não há voos diretos do Brasil para a Índia.  Quem quiser fazer essa viagem tradicionalmente faz conexão na Europa – por exemplo em Londres, Frankfurt, Paris, ou Amsterdã.  Mas hoje em dia, muitas vezes tem opções mais económicas fazendo conexão na África (com Ethiopian Airways em Addis Ababa, ou com South African Airways em Joanesburgo), no Oriente Médio (com Emirates em Dubai, com Etihad em Abu Dhabi, ou com Qatar Airways em Doha), ou até na Ásia ou América do Norte.  Não dá para procurar os sites de todas as linhas aéreas, um por um, que podem levar você para a Índia – tem umas 20 possibilidades, talvez mais, e é por isso que indicamos os sites mencionados em cima.

Aeroporto Internacional de Bangalore

Terminal do Aeroporto Internacional de Bangalore

As passagens mais econômicas do Brasil para a Índia geralmente são de São Paulo, mas as vezes tem promoções saindo de outros aeroportos internacionais do país, inclusive do Rio de Janeiro e Brasília.  Para a Índia, é mais provável você achar preços bons para Mumbai ou Délhi, mas as vezes tem passagens relativamente econômicas para aeroportos de outras cidades indianas, por exemplo Bangalore, Goa, Kochi, Chennai, Ahmedabad, ou Calcutá.

Também vale a pena notar que às vezes é até mais barato comprar 2 passagens separadas (por exemplo, São Paulo -> Frankfurt e depois Frankfurt -> Délhi) que comprar uma passagem com conexão.  Em alguns poucos casos, você poderia visitar a Europa na mesma viagem, e poupar dinheiro na passagem também!  É só mais uma opção para investigar se você tiver tempo e vontade de conhecer outros destinos no seu caminho para a Índia!

Se você tiver um pouco de flexibilidade, procure voos de aeroportos diversos no Brasil para aeroportos diversos na Índia; os preços podem variar muito.  Por exemplo, se você mora no Rio e quer ir para Délhi, procure também voos de São Paulo para Délhi, ou do Rio para Mumbai; depois você pode achar um voo doméstico.  Este deslocamento dentro do Brasil ou da Índia pode ajudar você a poupar 1000 reais ou mais.  (O Skyscanner e o ITA Matrix, mencionados acima, podem ajudar com este tipo de busca.)

Esta também é uma boa opção para quem mora em uma cidade que não tem muitas passagens econômicas para a Índia, mas que tem muitos voos domésticos, como Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, ou Recife.  Com um voo doméstico barato para São Paulo, por exemplo, e um voo de lá para a Índia, você pode acabar poupando muito na sua viagem para a Índia.




Leia também nossas páginas sobre o visto indiano e hotéis na Índia.